Nutrivet

Pet Shop

Cheio 40%

Em formação


nutrivetcatanduva.blogspot.ie
+55 17 3524-3192
R. Manaus, 331 - Centro, Catanduva - SP, 15800-290, Brasil

Localização

Descrição


Além da própria diversão gerada pela brincadeira, para o gato, brincar é questão de sobrevivência. A brincadeira faz parte do aprendizado e da socialização do animal, mas, para os felinos, o divertimento também é a forma de manter o instinto da "caça". 

À elegância do passo manso e silencioso, os felinos espreitam suas presas e sorrateiramente dão o bote, distinguindo bem as particularidades de cada vítima. Gato que é gato explora o ambiente, desenvolve a concentração, aprimora o ataque e a defesa e se torna ativo por meio das brincadeiras.

Apesar de domesticados, as brincadeiras que estimulam o instinto de "caça", geram entretenimento ao felino. Sem perceber, essa atividade também é a razão da saúde física do animal que, ao exercitar-se, evita o estresse e o ganho de peso. 

Segundo a veterinária do laboratório Vetnil, Isabella Vincoletto, é importante considerar suplementos na alimentação dos felinos. "Animais ativos precisam da reposição de vitaminas essenciais, além de minerais e aminoácidos, como os encontrados no Aminomix Pet, para a construção e manutenção de suas estruturas orgânicas". 

A veterinária explica que a indisposição dos gatos para a brincadeira pode indicar um problema de ordem emocional, como o estresse. "O felino se distrai brincando e isso gera bem-estar a ele. Quando o felino não se sentir atraído pelas brincadeiras ou brinquedos oferecidos pelo proprietário, este comportamento requer atenção especial e uma avaliação veterinária mais detalhada, para se obter um diagnóstico preciso", salienta Vincoletto.

Fundada em 1994, a Vetnil está entre os cinco maiores laboratórios brasileiros de produtos veterinários e é líder no mercado nacional de equinos. A empresa é fabricante de suplementos alimentares que garantem a saúde nutricional e a qualidade de vida de animais domésticos, além de aumentarem a performance de animais atletas. Entre seus produtos estão suplementos e medicamentos para pets (caninos, felinos, aves ornamentais, pássaros e roedores), avestruzes, bovinos, equinos, ovinos, caprinos e suínos. Recentemente, a empresa conquistou prêmios importantes promovidos pela imprensa brasileira, dentre os quais o de "Empresa que mais cresceu em 2005 no setor veterinário" (Anuário Exame Agronegócio 2006-2007), o de "Melhor empresa do setor de produtos veterinários (Anuário do Agronegócio 2006, da Revista Globo Rural), além de ter figurado entre as "100 Melhores empresas para se trabalhar no Brasil (Revista Época) e entre as "30 Melhores empresas para a mulher trabalhar 2006" (Revista Época). 

Além da própria diversão gerada pela brincadeira, para o gato, brincar é questão de sobrevivência. A brincadeira faz parte do aprendizado e da socialização do animal, mas, para os felinos, o divertimento também é a forma de manter o instinto da "caça". 

À elegância do passo manso e silencioso, os felinos espreitam suas presas e sorrateiramente dão o bote, distinguindo bem as particularidades de cada vítima. Gato que é gato explora o ambiente, desenvolve a concentração, aprimora o ataque e a defesa e se torna ativo por meio das brincadeiras.

Apesar de domesticados, as brincadeiras que estimulam o instinto de "caça", geram entretenimento ao felino. Sem perceber, essa atividade também é a razão da saúde física do animal que, ao exercitar-se, evita o estresse e o ganho de peso. 

Segundo a veterinária do laboratório Vetnil, Isabella Vincoletto, é importante considerar suplementos na alimentação dos felinos. "Animais ativos precisam da reposição de vitaminas essenciais, além de minerais e aminoácidos, como os encontrados no Aminomix Pet, para a construção e manutenção de suas estruturas orgânicas". 

A veterinária explica que a indisposição dos gatos para a brincadeira pode indicar um problema de ordem emocional, como o estresse. "O felino se distrai brincando e isso gera bem-estar a ele. Quando o felino não se sentir atraído pelas brincadeiras ou brinquedos oferecidos pelo proprietário, este comportamento requer atenção especial e uma avaliação veterinária mais detalhada, para se obter um diagnóstico preciso", salienta Vincoletto.

Fundada em 1994, a Vetnil está entre os cinco maiores laboratórios brasileiros de produtos veterinários e é líder no mercado nacional de equinos. A empresa é fabricante de suplementos alimentares que garantem a saúde nutricional e a qualidade de vida de animais domésticos, além de aumentarem a performance de animais atletas. Entre seus produtos estão suplementos e medicamentos para pets (caninos, felinos, aves ornamentais, pássaros e roedores), avestruzes, bovinos, equinos, ovinos, caprinos e suínos. Recentemente, a empresa conquistou prêmios importantes promovidos pela imprensa brasileira, dentre os quais o de "Empresa que mais cresceu em 2005 no setor veterinário" (Anuário Exame Agronegócio 2006-2007), o de "Melhor empresa do setor de produtos veterinários (Anuário do Agronegócio 2006, da Revista Globo Rural), além de ter figurado entre as "100 Melhores empresas para se trabalhar no Brasil (Revista Época) e entre as "30 Melhores empresas para a mulher trabalhar 2006" (Revista Época). 

O que é o canicross? Canicross é um termo usado para descrever o esporte de corrida cross country, ou trekking com cães. Este esporte consiste em praticar corrida em terreno irregular onde o homem e seu melhor amigo,o cão, estão em total harmonia em busca não só de vitórias, mas de muita diversão. Pode ser praticado com um ou dois cães, sempre atrelados por uma guia ao condutor. O condutor normalmente usa um cinto,Waist Belt, que se conecta a corda elástica e ao Running Harness, uma espécie de colete de tração no cão. A corda elástica reduz o choque tanto no condutor, como também no cão quando ele traciona.

Onde tudo começou? O esporte é originário da Europa, mais especificamente do Reino Unido, onde foi criado como forma de treinamento para cães de trenó ou tração. No trenó, o início do treinamento era realizado com o cão atrelado a guia e a guia atrelado ao condutor, para que o cão adquirisse confiança em tracionar algo. Note que sempre que você colocar um cão para puxar algo ligeiramente pesado, nas primeiras vezes ele se sentirá incomodado e muito desconfiado, por isso a prévia corrida com o condutor. Notando que esta parte do treinamento era algo prazeroso para ambos, decidiram que este poderia ser um hábito bom, mais tarde se tornando o canicross.

Quem pode praticar? O canicross é um esporte que pode ser praticado por qualquer pessoa em qualquer idade, desde que em condições físicas para tal. Obviamente, antes de sair correndo com o cão, é altamente recomendado que, condutor e cão, sejam submetidos a exames médicos para saber se tudo está bem. A prática do canicross é muitíssimo prazerosa tanto para profissionais competidores, como para "atletas de final de semana". Para competições, não existe um limite máximo de idade para condutores, mas sim um mínimo de 7 anos, e em distâncias curtas. Já para os cães, a idade inicial é de 1 ano, e a máxima deverá ser avaliada pelo condutor consciente e seu veterinário. O canicross, diferente de outros esportes com cães, não requer pedigree. São permitidos cães de todas as raças incluindo cães sem raça definida. O esporte é novo no mundo todo, com cerca de 10 anos de vida, e está na hora de nós, brasileiros, também praticarmos.

Quais os benefícios da prática desse esporte? Todos querem estar em com o corpo forma e com ótimo preparo físico, isso é fato. Imagine fazer isso junto com o seu amigão! Uma vida regrada e com exercícios é boa não só pra nós, mas também para os cães. Assim como o exercício previne males e doenças nos humanos, também é muito benéfico aos cães.

Onde se pode praticar o canicross? Qualquer lugar que seja liberado o acesso a cães, pode ser usado para a prática do Canicross. É recomendável que sejam utilizados terrenos irregulares para a melhor adaptação do esporte com as provas oficiais. Ruas de terra, trilhas e matas, são os locais mais indicados.

- O local de treino é asfaltado? Caso sim, perceba que a temperatura deverá estar bem amena, e a distância não deve ser longa. Embora você não sinta, pois estará usando tênis, seu cão estará desprotegido, e o asfalto quente pode queimar as almofadas das patas.

- Geralmente você não se empanturra de comida e sai pra correr, sai? Pois então, o cão é igual. Não dê comida para o cão antes de sair para a prática do Canicross, e assim que terminar não alimente-o enquanto estiver muito ofegante. Lembre-se de levar água fresca para você e o animal. - Seu cão, provavelmente, nunca correu 5 ou 10 km de uma vez. Então comece aos poucos, aumente gradativamente as distâncias e o ritmo de treino.

Quais são os equipamentos utilizados? Se você já costuma correr com seu cão atrelado a uma guia, você já está fazendo canicross. Nenhum equipamento especial é obrigatório, mas para o seu conforto e de seu cão, alguns equipamentos são recomendados:

Organizações mais próximas