Escola Cenecista de Juara

Escola particular

Cheio 40%

Em formação


cnecjuara.cnec.br
+55 66 3556-4307
r Bauru - s/n Escola, Juara - MT, 78575-000, Brasil

Localização

Descrição


Temos a grata satisfação de comunicar que o departamento de Redação do Sistema de Ensino CNEC conseguiu prever o tema da Redação do ENEM 2015, abordando-o tanto em avaliações elaboradas no decorrer do corrente ano quanto na aula online do Esquenta ENEM realizada no dia 20 de outubro.

O arquivo “Avaliação 03-2015” mostra a proposta de Redação da Avaliação ENEM aplicada no dia 29 de março aos alunos da 3ª série do Ensino Médio do SEC, muito semelhante à proposta do ENEM 2015, como pode ser visto no arquivo “Proposta Enem 2015”.

Já a apresentação “Esquenta ENEM Redação_2015” mostra que, a partir do 20º slide, o exemplo usado pela professora na aula online do Esquenta ENEM de Redação foi sobre a Violência contra as Mulheres. Confira o 20º slide:

Em 11 de agosto, Dia do Estudante, o Banco Central do Brasil, em parceria com a Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC), realizarão uma ação de responsabilidade social que acontecerá anualmente. Serão realizadas atividades nas escolas e faculdades da Rede CNEC, que estão distribuídas em dezenove estados brasileiros em 156 instituições.

Sob o tema CNEC Cidadania, o evento será realizado com o objetivo de mobilizar uma campanha nacional de estudantes da Rede CNEC. Essa iniciativa reforça o compromisso da Instituição de preparar seus estudantes para o exercício pleno da cidadania, como protagonistas de transformações sociais.

O tema da primeira edição neste ano será Cidadania Financeira. Serão realizadas atividades educativas junto às comunidades escolar e acadêmica, famílias e sociedade, onde a CNEC atua por meio de suas instituições mantidas. As atividades serão orientadas sob os pilares da Educação, Proteção e Inclusão Financeira para a conscientização sobre o melhor uso do dinheiro.

Os alunos participarão de palestras nas sedes do Banco Central, distribuídas em dez cidades brasileiras, e também nas próprias instalações das unidades da Rede CNEC, ministradas por consultores da autarquia. Além disso, serão desenvolvidas, pelos próprios docentes da Rede, ações pedagógicas voltadas ao tema principal e adaptadas a cada faixa etária.

A CNEC Cidadania envolverá diretamente (nas sedes do Banco Central) aproximadamente 2500 alunos e indiretamente (nas unidades cenecistas), mais de 80 mil estudantes cenecistas, além da comunidade local e as famílias.

No mês de abril, a rede CNEC tem uma novidade: o lançamento dos novos sites de todas as suas unidades. Após muita expectativa, os sites chegam com várias novidades, de forma mais unificada, com melhor acesso ao conteúdo na estrutura multisites, integração entre o site da mantenedora e todas as faculdades e colégios cenecistas.

Mais atraente e bem elaborada, a estruturação dos novos sites contempla o site principal da mantenedora, das 19 faculdades e dos 135 colégios cenecistas, totalizando 154 sites das unidades com o mesmo padrão visual, para maior fortalecimento da marca CNEC enquanto grande rede de ensino.

Os novos sites foram desenvolvidos com várias vantagens, como interface atrativa, leve e informativa; design que transmite o conceito de modernidade, interatividade e dinamismo; otimização orgânica (SEO); URLs amigáveis para facilitar o posicionamento nos mecanismos de busca; e layout responsivo para acesso por diferentes dispositivos, como tabletes e celulares.

As notícias indicadas pelas unidades estarão na página principal do site da Mantenedora, com seu portal sempre atualizado e com notícias apresentadas de forma democrática, contemplando todas as unidades.

Os leitores podem interagir e compartilhar as notícias nas redes sociais e têm à disposição uma barra com links de compartilhamento na própria página, além do espaço de interação com comentários ao final de cada notícia.

Ao navegar nos novos sites, os usuários contam com a facilidade na busca por unidades e cursos. Com as newsletters, os usuários podem se cadastrar para receberem novidades. Na página principal, também está disponível um formulário onde o visitante do site poderá fazer um cadastro de interesses.

Acesse os sites da Rede CNEC e aproveite essa nova ferramenta de comunicação! Comemoramos mais essa conquista que fortalece o atingimento da visão CNEC, que é ser reconhecida, até 2019, como uma instituição de referência e inovadora em soluções educacionais.

A proposta da ferramenta é ajudar os professores a poupar tempo, manter as turmas organizadas e aprimorar a comunicação com os alunos.  O Google Sala de aula possibilita ao docente criar e compartilhar atividades online e também corrigir e informar a nota de cada tarefa. Da mesma forma, o aluno realiza a tarefa por meio do Google Sala de aula ou Google Doc, com o benefício de que nada é perdido, sendo todo conteúdo armazenado no Google Drive, facilitando a consulta e acesso ao conteúdo com o passar do tempo.

Após um ano de preparação e desenvolvimento, a CNEC lançou, no início de 2015, a Plataforma Sophia, ambiente de aprendizagem onde alunos e professores da Rede CNEC têm acesso a conteúdos exclusivos, como material didático com recursos multimídia, atividades extras e planejadas, além de canal direto via chat com professores e alunos.

Outro recurso disponível é um ambiente para produção e publicação de textos vinculados a um ambiente de rede social privativo da CNEC. O projeto foi desenvolvido pela unidade CNEC de Uberaba e está em fase de divulgação para as unidades cenecistas de toda a Rede.

Para o professor Danival Roberto Alves, diretor do Colégio Cenecista Dr. José Ferreira (unidade CNEC de Uberaba), a Plataforma Sophia é uma solução que proporciona maior interação entre alunos, professores e pais.

Para o diretor do Colégio Cenecista Dr. José Ferreira, professor Danival Roberto Alves, a Plataforma Sophia proporciona maior interação entre alunos, professores e pais, ofertando “recursos pedagógicos complementares ao trabalho de sala de aula e ao material didático, elaborados por profissionais da instituição e voltados exclusivamente ao aluno cenecista".

Para se cadastrar, acesse a Plataforma Sophia (http://sophia.cneceduca.com.br/) e clique em Cadastre-se agora. Depois disso, informe seu Registro Acadêmico, ou seja, seu Código Perseus. Caso você não o tenha, solicite-o na secretaria do Colégio, ou veja com o coordenador de ano/série como obtê-lo. Informe também sua data de nascimento.

Após a validação do cadastro, você será direcionado para a tela de conclusão de cadastro. Nessa tela, você deverá informar seu e-mail, um nome de usuário, com letras minúsculas, sem acentuação e separado somente por hífen.

Em seguida, você será encaminhado para a tela de informação de segurança de sua conta; deverá, então, responder ao que for solicitado. A partir daí, você poderá utilizar sua área pessoal na Plataforma. Caso sua série/ano e turma não sejam reconhecidos como válidos, procure a coordenação de sua série/ano para que você seja enturmado. Em seguida, terá acesso à sua área de aluno.

Obs: Caso o aluno esteja com dificuldade no acesso à Plataforma, deve entrar em contato com a secretaria ou administração da unidade para solicitar ajuda. O erro no acesso pode estar sendo ocasionado por alguma informação que precisa ser atualizada ou ajustada em sua matrícula no sistema acadêmico perseus. Caso a unidade precise de auxílio, o profissional da unidade pode entra em contato pelo email faleconosco@cneconline.com.br.

Com intenção de preservar a memória de quem tanto contribuiu para a Educação comunitária de qualidade no nosso País, foi inaugurado, no dia 15 de janeiro de 2010, o Memorial Dr. Felipe Tiago Gomes, em homenagem ao fundador da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC).

Localizado no centro de Picuí/PB, na casa onde o professor Felipe Tiago Gomes passou sua infância e parte de sua vida, o memorial foi criado por iniciativa de um sobrinho do fundador, Valdemiro Severiano de Maria, conhecido como Dr. Miro, o atual responsável pelo local.

Dr. Miro afirma que várias ações se concretizaram por sua iniciativa, em busca do resgate e preservação da história de seu tio. “Reafirmo a necessidade de reavivamento diário da história desse nobre picuiense, que tanto fez pelo seu Picuí, pela Paraíba e pelo Brasil”, enfatiza Dr. Miro.

O memorial se originou de recursos exclusivamente privados, que incluem desde a confecção das réplicas das homenagens recebidas para compor o acervo ao local onde foi instalado. Para que o projeto fosse possível, houve colaboração de amigos sensíveis à causa, assim como cenecistas auxiliados pela comunidade e autoridades de Picuí.

Em menos de três anos, o memorial teve apoio determinante da Prefeitura Municipal de Picuí, das Rádios Cenecista e Sisal, da TV MASTER, do Correio da Paraíba, da Câmara Municipal de Picuí, da Igreja Católica, da CNEC da Paraíba, da Escola Estadual Professor Lordão e do Instituto Divino Espírito Santo (IDES).

Houve apoio também do Instituto Federal de Educação (IFPB), da Escola Municipal de Ensino Fundamental Ana Maria Gomes, da Escola Estadual Felipe Tiago Gomes, da Secretaria de Educação do município, além de outras escolas e outros meios de comunicação da região da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

Postas todas as homenagens feitas em vida ao professor Felipe Tiago Gomes, como fotos, títulos de cidadania, medalhas, objetos pessoais, frases filosóficas, entre outros. O local é reconhecido na cidade picuiense e em todo o Estado da Paraíba.

Também em Picuí está situado o Memorial Estátua Dr. Felipe, de oito metros de altura, localizada no morro da antiga caixa d’água, em frente ao antigo complexo cenecista, hoje pertencente ao município picuiense.

Na estátua estão resguardados os restos mortais do saudoso Professor Felipe Tiago Gomes e da sua irmã Maria Alexandrina Gomes. A obra foi realizada pela Administração Municipal de Picuí, sendo hoje um grande ponto turístico do município.